Dicas: evite fugas e saiba como agir em casos de sumiço do animal

Por descuido ou acidente, o seu cãozinho ou gatinho sumiu da sua casa. Hora de se acalmar e saber algumas dicas que podem aumentar as chances de você reencontrar o seu animalzinho.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

Por descuido ou acidente, o seu cãozinho ou gatinho sumiu da sua casa. Hora de se acalmar e saber algumas informações úteis que podem aumentar as chances de você reencontrar o seu animalzinho. Veja algumas dicas com a voluntária da ONG Grupo Vida Animal de Maceió (GVAM), Luceli Mergulhão, que atua com a causa animal há anos e sempre se depara com casos de animais desaparecidos.

"Ao contrário de uma criança que se perde, o animal não consegue dizer o nome da mãe ou do pai, ou onde mora, o que complica a situação ainda mais. Não estou comparando as situações, ou dizendo que é pior, apenas que é mais complicado", explicou a Luceli, afirmando que as atitudes que o tutor toma de imediato ao desaparecimento pode aumentar muitos as chances de encontrar o animal.

Para Luceli, é aconselhável que o tutor do animal se mantenha precavido para evitar esse tipo de sofrimento, seja com coleirinha com identificação ou com os cuidados necessários ao abrir o portão de casa, por exemplo.

"Hoje já existe o microchip que é aplicando sob a pele do animal, é melhor para o caso de alguém mal intencionado. Mas a coleirinha com o nome do animal e o seu telefone é suficiente", avaliou ela. "Agora, o mais importante e essencial é a segurança do seu animal, ou seja, prevenir ainda é o melhor remédio", garantiu.

Luceli Mergulhão é voluntária do GVAM e lida com pelo menos dois casos de desaparecimentos por mês. (Foto: Jessica Pacheco)Luceli Mergulhão é voluntária do GVAM e lida com pelo menos dois casos de desaparecimentos por mês. (Foto: Jessica Pacheco)Segundo a voluntária do GVAM, um animal acostumado em casa, com os cuidados dados pelo tutor tem menos chances de sobreviver nas ruas, do que um cão que nasceu na rua.

Uma 'arma' que tem sido usado ultimamente por donos de animais desaparecidos e por ONGs como o GVAM que ajudam nessa procurar são as redes sociais. De acordo com Luceli, as chances de encontrar um animal desaparecido, ou até mesmo uma pessoa, aumenta muito com o compartilhamento de informações. Apesar disso, para Luceli, as redes sociais ainda são poucos usadas pelas pessoas.

"É bom que mostremos a todos que compartilhar é grátis e ajuda,mas para que surta efeito tem que ser quantitativamente, pois uma campanha bem feita e insistente não só ajuda como faz acontecer", finalizou.

Confira abaixo algumas dicas do GVAM para o caso do sumiço de seu animalzinho:

Pergunte

  • A primeira coisa a fazer é perguntar nas imediações da residência do animal se alguém o viu e pedir para que avisem caso o vejam;
  • É importante também percorrer todos os pet e clínica da redondeza.

Fixe fotos

  • Em postes, pets shops, clínicas e casa que vendem material para animais;
  • Uma coisa que dispomos atualmente é os sites, blogs e redes sociais na internet, então deve-se explorar bem esse "boca a boca"gratuito e tão abrangente;
  • Tudo isso devem ser feitos ao mesmo tempo e rápido, pois o animal quando sai de sua casa costuma vagar para bem longe.

Prevenção

  • Deve-se manter o animal em um espaço seguro em caso de festas ou onde tenha muitas pessoas de fora transitando na casa;
  • Portão sempre bem trancado, mesmo quando tem alguém em casa;
  • Nunca sair com o animal sem a colerinha, pois ele pode ver um amiguinho de rua e sair acompanhando;
  • Temos que ter cuidado ao sair com o carro, verifique se seu animal está em lugar seguro para evitar acidentes ou que ele sai antes do carro e fuja;
  • Nunca deixar seu animal da aquela voltinha na rua sozinho, um dia ele vai e não volta;
  • Devemos evitar deixar crianças pequenas segurar a guia do animal, principalmente se estiver sozinha, pois ele pode se assustar e soltar o animal;
  • A castração ajuda evitando que o animal sai sem rumo atrás de cadelas ou a cadela a procura de parceiros;
  • Manter o animal com uma coleirinha de identificação, ou uma plaquinha ou o microchip implantado.

Solidariedade

  • Caso encontre um animal visivelmente perdido na rua, ajuda. Recolha o animal e tome as mesmas providências, perguntando nas imediações e fixando fotos do animal para que assim encontre os tutores. As chances de um animal se perder e sobreviver na rua são mínimas.

Com informações do Primeira Edição

 

Classificação Geral (0)

0 de 5 estrelas

Postar comentário

Anexos

termos e condições.
  • NENHUM COMENTÁRIO POSTADO
    SEJA O PRIMEIRO!

Mais Dicas

Comentários

quero adotar um pinche, se voces tiverem
Quinta, 22 Jun 2017, 8:29   
Sr. Jorge, se a situação do animal é grave e se ninguém o socorreu, provavelment...
Segunda, 19 Jun 2017, 5:45   
Preciso que alguém resgate uma cachorrinha que foi atropelada na avenida Itararé...
Domingo, 18 Jun 2017, 14:13   
Sra. RAQUEL, não perca tempo, denuncie. Junte o que puder, fotos, vídeos, testem...
Quinta, 15 Jun 2017, 5:16   
Boa tarde!
Me sentindo revoltada!
Tenho há tres anos sete gatos na minha resid...
Quarta, 14 Jun 2017, 13:43   
Parceiros Colaboradores
  • Restaurante Tomato
  • Pet House
  • Pet of Dreams
  • Criar Centro Veterinário
  • Hotel Pet Arca de Noé
  • JC Adestrador
  • Clin Pet Veterinária

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber os informativos da APIPA.
Cadastre-se agora. É gratuito!

Seja um sócio da APIPA

Associando-se à APIPA você vai estar praticando uma importante ação em benefício dos animais desprotegidos.

Seja um voluntário da APIPA

Venha colocar em prática as suas habilidades e o seu talento, em benefício dos animais carentes. Saiba como...