Dicas: cuidados básicos com filhotes prolongam a vida dos cães

Saiba que tipo de precaução é fundamental para que o seu cachorro de estimação possa ter uma vida longa e saudável.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

Saiba que tipo de precaução é fundamental para que o seu cachorro de estimação possa ter uma vida longa e saudável.

Como muitos tutores de animais já sabem, a prevenção é sempre a melhor forma de manter a saúde dos animais, e estar bem informado sobre as precauções mais básicas e essenciais para manter a integridade física do seu bichinho doméstico é fundamental para proporcionar a ele uma vida longa, cheia de saúde e disposição.

Ainda filhotes, os cães devem receber uma série de vacinas e procedimentos de extrema importância para o resto de suas vidas. A partir dos 30 dias de vida, os cachorros já podem passar pelo processo da vermifugação, que garante a proteção do animal contra a contaminação por vermes, responsáveis por doenças terríveis como filariose (que causa a infestação do coração do animal por vermes que podem chegar a até 30 centímetros de comprimento) e verminoses em geral.

Nesse mesmo período, também é possível aplicar nos cachorros uma vacina preventiva contra a parvovirose, que deve ser reforçada pela vacina polivalente para que a proteção seja completa. No entanto, esta imprescindível vacina, chamada de polivalente ou V10, só pode ser administrada aos cães a partir dos seus 45 dias de vida, servindo para proteger o animal contra um grupo de doenças entre as mais perigosas e fatais.

Para que o seu cão fique protegido de maneira eficiente, é importante procurar por estabelecimentos conhecidos e com profissionais de respeito, que usam produtos de marcas idôneas e que podem garantir a manutenção da saúde do animal. Devendo ser aplicada em três doses (com intervalos específicos entre elas), a vacina polivalente deve ser renovada anualmente, protegendo os cachorros contra cinomose, hepatite infecciosa canina, adenovirose, coronavirose, parainfluenza canina, parvovirose e quatro tipos de leptospirose canina.

Junto com a aplicação da V10, é essencial se informar com o veterinário responsável sobre a vacinação do cão contra giárdia, tosse dos canis e raiva, já que, embora estas também sejam doenças bastante perigosas para os cães e, em muitos casos, fatais, seus antígenos não fazem parte do grande pacote protetor que compõe a vacina polivalente.

Tomando tais precauções enquanto o animal ainda é filhote, as chances de que ele cresça saudável e cheio de energia são as maiores possíveis, e cabe aos tutores ficar de olho para renovar as doses de vacinas necessárias de forma anual.

Com informações do Terra

 

Classificação Geral (0)

0 de 5 estrelas

Postar comentário

Anexos

termos e condições.
  • NENHUM COMENTÁRIO POSTADO
    SEJA O PRIMEIRO!

Mais Dicas

Comentários

meu dog alemão foi diagnosticado há 2 meses com leishimaniose, apresentou apenas...
Sábado, 29 Abr 2017, 22:46   
meu dog alemão foi diagnosticado há 2meses com leishimaniose, apresentou apenas...
Sábado, 29 Abr 2017, 22:37   
Tenho um chow-Chow quero doar estou sem condições de tratar dele por motivo fina...
Sábado, 29 Abr 2017, 15:56   
Quero entregar um chow chow pra doação,ele é manso, carinhoso e não estou com co...
Sábado, 29 Abr 2017, 15:52   
Excelente explicação! gostei
http://comocuidardecachorro.com
Quinta, 27 Abr 2017, 16:11   
Parceiros Colaboradores
  • Pet House
  • Pet of Dreams
  • Criar Centro Veterinário
  • Clin Pet Veterinária
  • Hotel Pet Arca de Noé
  • JC Adestrador

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber os informativos da APIPA.
Cadastre-se agora. É gratuito!

Seja um sócio da APIPA

Associando-se à APIPA você vai estar praticando uma importante ação em benefício dos animais desprotegidos.

Seja um voluntário da APIPA

Venha colocar em prática as suas habilidades e o seu talento, em benefício dos animais carentes. Saiba como...