Adote um vira-lata: 10 motivos para adotar um cão SRD

Confira dez bons motivos para se adotar um vira-lata. No Brasil existem milhões de cachorros abandonados e outros milhares acolhidos em abrigos, à espera de adoção. Tudo que eles querem é uma caminha quente, comidinha no pote e o seu amor.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

No Brasil existem milhões de cachorros abandonados e outros milhares acolhidos em abrigos, à espera de adoção. Tudo que eles querem é uma caminha quente, comidinha no pote e o seu amor.

A grande maioria, quase que a totalidade dos cães de abrigos são animais Sem Raça Definida (SRD), ou seja, o famoso vira-lata. Entre estes milhares de vira-latas acolhidos nos abrigos, esperando por adoção, encontram-se alguns cachorros de raça que, via de regra, também são abandonados. Os 'motivos' ou as 'desculpas' para os abandonos, são os mais variados, mas sempre resultam da falta de consciência e das ações inconsequentes de tutores irresponsáveis. Às vezes, estes 'tutores' não ficam satisfeitos com o temperamento do cão, ou mesmo os famosos "preciso me mudar pra apartamento", como se o cachorro não fizesse parte da família. É triste, mas é a realidade em que vivemos.

Confira os bons motivos para se adotar um vira-lata

  1. Uma caixinha de surpresas
    Quando você tem um cachorro de raça pura, já consegue saber muita coisa sobre o seu temperamento e características. Mas quando você adota um vira-lata, é como se você tivesse um filho. Você ainda não sabe nada sobre ele, vai conhecendo ele aos poucos e isso torna a ligação de vocês ainda mais especial.
  2. Você está salvando uma vida
    Os cães que vivem em abrigos, quase sempre ficam confinados em canis de 4m2. Em alguns abrigos, eles não brincam, não recebem carinho e nem companhia constante de humanos. Não tem uma família pra chamar de sua. Esses cães muitas vezes são eutanasiados quando estão mais velhos, pra liberar espaço pra outros cães mais jovens no abrigo. Tenha certeza que se você resgatar ou adotar um animal, ele nunca irá esquecer.
  3. Custo inicial baixo
    Você não vai ter o custo de comprar (nunca compre) um cão de raça pura, que é bem alto. Além disso, os vira-latas pra adoção já estão, quase sempre, castrados e você economiza de R$400 a R$1200, se fosse castrar um cão de raça.
  4. São mais resistentes
    Algumas raças puras tem predisposição a desenvolver certas doenças, dependendo da raça. O cachorro vira-lata vem por anos e anos sendo selecionado naturalmente, pois eles precisam ser fortes e resistentes pra sobreviver nas ruas, sem a ajuda do homem. Os mais fracos não resistem e morrem, ficando assim os mais fortes.
  5. Você pode pular a fase de filhote
    Ter um filhote em casa pode ser, em alguns casos, uma grande dor de cabeça. Muitas pessoas não têm tempo de treinar e educar um filhotinho, que demanda muita atenção, pelo menos nos 6 primeiros meses. Quando você adota um vira-lata, você pode escolher a idade do cachorro. E são os adultos que mais precisam, pois infelizmente eles são mais difíceis de serem adotados. Veja aqui as vantagens de se adotar um cão adulto.
  6. Pode ser que ele já esteja treinado
    Muitos cachorros que estão pra adoção foram abandonados pelos seus antigos tutores. Por isso, é muito comum que o cão já seja treinado, já saiba onde fazer xixi e algumas regras básicas, como não mastigar sapatos.
  7. Ele podem realizar tarefas
    Muitos vira-latas vêm sendo usados hoje como cão-guia ou cão de terapia. Isso vai depender do temperamento do indivíduo, e não da sua raça.
  8. Você vai fazer uma boa ação, melhorar a vida de um animal
    Imagina pegar um cachorro em um abrigo e dar pra ele ração de qualidade, uma cama quentinha, água fresca toda hora e passeios diários? É uma satisfação enorme!
  9. São flexíveis
    Os vira-latas adaptam-se a qualquer situação. Frio, calor, mudanças no ambiente, casa nova, etc. Eles, infelizmente, foram acostumados e aprenderam a se adaptar, para sobreviver nas ruas, enquanto animais abandonados.
  10. São exclusivos
    Não vai ter nenhum cachorro igual ao seu no mundo.

A protetora Halina Medina, em visita ao CCZ de São Paulo (dezembro 2014), mostra como funciona o abrigo e o que você deve fazer para adotar um cãozinho abandonado (vídeo).

Assista ao vídeo

Entenda a importância e os benefícios da adoção de animais (vídeo).

Assista ao vídeo / TV Anhanguera

Para adotar um amiguinho em Teresina, PI, conheça o abrigo de animais carentes da APIPA.

CNPJ: 10.216.609/0001-56 | APIPA® - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE PROTEÇÃO E AMOR AOS ANIMAIS
Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai - Bairro Uruguai (próximo à UNINOVAFAPI)
Teresina, PI - CEP 64073-167 - (86) 98846-8020 - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. - MAPA
Horário de visitação: das 14 às 16 horas, todos os dias, inclusive feriados.

Com informações do Tudo Sobre Cachorros

Classificação Geral (0)

0 de 5 estrelas

Postar comentário

Anexos

termos e condições.
  • NENHUM COMENTÁRIO POSTADO
    SEJA O PRIMEIRO!

Mais Dicas

Comentários

quero adotar um pinche, se voces tiverem
Quinta, 22 Jun 2017, 8:29   
Sr. Jorge, se a situação do animal é grave e se ninguém o socorreu, provavelment...
Segunda, 19 Jun 2017, 5:45   
Preciso que alguém resgate uma cachorrinha que foi atropelada na avenida Itararé...
Domingo, 18 Jun 2017, 14:13   
Sra. RAQUEL, não perca tempo, denuncie. Junte o que puder, fotos, vídeos, testem...
Quinta, 15 Jun 2017, 5:16   
Boa tarde!
Me sentindo revoltada!
Tenho há tres anos sete gatos na minha resid...
Quarta, 14 Jun 2017, 13:43   
Parceiros Colaboradores
  • Restaurante Tomato
  • Pet House
  • Pet of Dreams
  • Criar Centro Veterinário
  • Hotel Pet Arca de Noé
  • JC Adestrador
  • Clin Pet Veterinária

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber os informativos da APIPA.
Cadastre-se agora. É gratuito!

Seja um sócio da APIPA

Associando-se à APIPA você vai estar praticando uma importante ação em benefício dos animais desprotegidos.

Seja um voluntário da APIPA

Venha colocar em prática as suas habilidades e o seu talento, em benefício dos animais carentes. Saiba como...