Quem ama cuida: check-up em animais de estimação

Os animais de estimação também necessitam fazer check-ups periódicos. O check-up, além de prevenir doenças, também é importante para identificar algumas enfermidades graves que podem levar à morte do animal.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

Assim como nós humanos, que para cuidarmos bem da nossa saúde, fazemos check-up regularmente, os animais de estimação também necessitam desse cuidado. O check-up, além de prevenir doenças, também é importante para identificar algumas enfermidades graves que podem levar à morte do animal.

Com qual idade meu pet pode realizar um check-up?

O check-up pode ser realizado em qualquer idade do seu animal, desde filhotes a animais idosos. O importante é levá-lo à uma consulta e passar pela avaliação do médico veterinário.

Em filhotes e animais jovens, são realizadas orientações de protocolos de vacinação, vermifugação, controle de pulgas e carrapatos, além do diagnóstico precoce de doenças congênitas (aquelas doenças que o animal já nasce com ela). Para animais de meia idade a idosos, a importância está relacionada à prevenção ou diagnóstico de doenças já instaladas.

Qual a frequência das consultas?

A frequência das consultas com o veterinário varia de acordo com a idade do animal, entretanto, reforços vacinais devem ser realizados anualmente. Com isso, mesmo que seu animal seja jovem e não apresente nenhuma doença, você deve levá-lo ao veterinário pelo menos uma vez ao ano para as vacinas. Já em casos de animais acima de 7 anos de idade, a consulta deve ser a cada 6 meses, no mínimo.

Exames realizados no check-up

No check-up são realizados exames físicos com avaliação do peso do animal (se está com obesidade ou com peso abaixo do normal), saúde bucal, temperatura, hidratação, mensuração da pressão arterial, avaliação cardíaca e pulmonar.

Dependendo do caso, é necessário realizar alguns exames de sangue, tais como hemograma e bioquímicos, testes hormonais, exames de Raio-X ou Ultrassom de abdômen, além dos exames cardiológicos como eletrocardiograma ou ecocardiograma.

Doenças silenciosas

Lembre-se de que há diversas doenças que são silenciosas e podem progredir sem que nenhum sinal clínico seja notado. Por isso, um exame mais detalhado e periódico é muito importante para poder garantir que caso haja alguma doença no início, ela seja tratada o quanto antes.

Onde realizar o check-up?

O check-up deve ser feito em clínica veterinária que tenha estrutura para realizar os exames no seu animal. Em alguns casos, o pet encaminhamento para veterinários especialistas, tais como dermatologistas, oftalmologista, oncologista, endocrinologistas, gastroenterologista, nutricionista, cardiologista, nefro e urologista, medicina felina, neurologista ou ortopedista.

Entre em contato com uma clínica veterinária de sua confiança, e agende o check-up do seu animal!

Check-up em animais idosos

Um animal é considerado adulto a partir do seu primeiro ano de vida e um sênior (idoso) a partir da metade da vida estimada para ele (tabela abaixo).

TEMANHO PESO LONGEVIDADE (média)
Gigante Acima de 50 kg 10 anos
Grande Entre 25 e 50 kg 10 a 12 anos
Médio Entre 12 e 25 kg 12 anos
Pequeno Entre 1 e 12 kg 13 a 15 anos

Regra: quanto maior o tamanho do cão, menos tempo ele vive.
Os gatos vivem, em média, 18 anos.

Fatores agravantes na senilidade (velhice)

  • Obesidade: favorece o surgimento de diabetes, hipertensão, problemas de infiltração gordurosa no fígado, problemas locomotores, dificuldade respiratória. Problema pode começar a aparecer após castração tardia, propensão racial, secundário a hipotireoidismo ou animais sedentários com alimentação inadequada.
  • Osteoartrite: problemas articulares muitos de origem congênita como displasia coxofemoral (bacia) e escapulo umerais (ombros e cotovelos), problemas de joelho e coluna. Sintomas que não apareceram quando o animal era jovem começam a aparecer após os cinco anos de idade.
  • Doença periodontal: infecção causada pelo acumulo de placa bacteriana nos dentes que pode se agravar migrando para outros órgãos como coração, fígado, rim e bexiga. Comum em animais a partir de 3 anos de idade.
  • Câncer de mama, próstata e testículo: comum em animais não castrados acima de 6 anos de idade.

Sugestão de exames no check-up anual, além da vacina

  • Avaliação odontológica a partir do primeiro ano de vida (75% dos animais acima de 6 anos precisam de tratamento dentário).
  • Exame de mama para fêmeas, testículo e próstata para machos em animais não castrados a partir dos 4 anos de idade.
  • Ultrassonografia abdominal anual para animais acima de 6 anos de idade.
  • Pressão arterial e eletrocardiograma para animais acima de 6 anos de idade.
  • Ecocardiograma nas alterações de pressão arterial, presença de sopro cardíaco ou cansaço, pré cirúrgicos e outras situações que o veterinário achar necessário.
  • Exames de sangue: hemograma, ureia, creatinina, colesterol, glicose e enzimas hepáticas são geralmente os mais pedidos a partir dos 6 anos de idade.
  • Exame de urina e de fezes anualmente a partir do primeiro ano de vida.
  • Avaliação para Síndrome Metabólica - prevenção da obesidade.

Doenças mais comuns (alguns itens já mencionados)

  • Colesterol alto: é mais comum nos cães principalmente nos obesos, nos animais com problema de tireoide.
  • Diabetes: é uma doença relativamente comum em cães e gatos idosos.
  • Problema de coração: são comuns em cães e gatos idosos principalmente por mau funcionamento das válvulas e doença do músculo cardíaco. Infarto de miocárdio não é comum em cães e gatos como no homem.
  • Obesidade: muito comum em cães e gatos que moram em apartamento e em certas raças com propensão a obesidade com alimentação inadequada e falta de exercício físico ou animais que foram castrados após o primeiro ano de vida. (a castração ideal deve ser feita antes dos seis meses de idade.
  • Doença renal: alta incidência em gatos e comum em cães acima de 10 anos de idade.
  • Doença periodontal: muito comum em cães e gatos de forma moderada a grave a partir dos seis anos de vida.
  • Câncer: maioria dos em animais acima de sete anos de idade. No cão tem muita predisposição racial. No gato tem o fator predisponente viral quando infectado pelo vírus da Leucemia ou da AIDS felina. E em ambas as espécies o câncer de mama em fêmeas não castradas.
  • Catarata: mais comum em certas raças de cães, a partir dos 6 anos de idade.

Quem ama cuida: faça avaliações periódicas do seu animal de acordo com a orientação do seu veterinário.

Com informações do Blog Pet Care

Classificação Geral (0)

0 de 5 estrelas

Postar comentário

Anexos

termos e condições.

Mais Dicas

Comentários

Comenta-se que o Piaui é pura ignorancia.......tõ fora!!!!
Domingo, 23 Jul 2017, 2:17   
O mundo precisa de mudanças de paradigma urgente!!! não acredito que uma criança...
Sábado, 22 Jul 2017, 19:24   
Ana
Elas ainda não foram encontradas?
Sábado, 22 Jul 2017, 10:18   
Nao entendo por que o mundo esta tao traiçoeiro ultimamente podia chegar um home...
Sexta, 21 Jul 2017, 23:12   
Quero criar um cachorro pequeno, ainda tem filhote?
Sexta, 21 Jul 2017, 15:16   
Parceiros Colaboradores
  • Restaurante Tomato
  • Pet House
  • Pet of Dreams
  • Criar Centro Veterinário
  • JC Adestrador
  • Clin Pet Veterinária

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber os informativos da APIPA.
Cadastre-se agora. É gratuito!

Seja um sócio da APIPA

Associando-se à APIPA você vai estar praticando uma importante ação em benefício dos animais desprotegidos.

Seja um voluntário da APIPA

Venha colocar em prática as suas habilidades e o seu talento, em benefício dos animais carentes. Saiba como...