All for Joomla The Word of Web Design

Mortes de tartarugas marinhas no litoral do NE preocupam biólogos

Em plena temporada de desova, o número de tartarugas marinhas encontradas mortas disparou no litoral do Nordeste.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

Cem mortes foram registradas desde o dia 15 de janeiro na BA, SE e AL. Em algumas praias, o número de carcaças aumentou seis vezes.

Muitas tartarugas marinhas são mortas em rede de pesca. (Imagem: Jornal Hoje / Rede Globo)Muitas tartarugas marinhas são mortas em rede de pesca. (Imagem: Jornal Hoje / Rede Globo)Em plena temporada de desova, o número de tartarugas marinhas encontradas mortas disparou no litoral do Nordeste. Teve praia em que o número de carcaças aumentou seis vezes em comparação com o ano passado.

Os biólogos do Projeto Tamar estão preocupados, porque a cada patrulha encontram mais tartarugas mortas. "A gente observa um número exorbitante, um número muito alto e isso tem assustado muito", afirma o biólogo Fábio Lira.

No litoral da Bahia, Sergipe e Alagoas foram registradas mais de cem mortes, desde o dia 15 de janeiro. O normal para o período, segundo o Tamar, seriam no máximo 30 casos. A praia do Abaís, em Sergipe, é a recordista: já foram encontradas 40 tartarugas mortas este ano, contra seis em todo o ano passado.

O estado Sergipe é o principal berçário de tartarugas marinhas da espécie oliva no Brasil. Por causa da mortandade de tartarugas, agentes do Ibama e da Polícia Federal aumentaram a fiscalização no litoral do estado. A suspeita é de que as mortes tenham sido provocadas pela pesca irregular

O alvo são os barcos que usam a rede de arrasto a menos de três quilômetros da costa, faixa protegida por lei porque concentra o maior número de tartarugas na época da desova. "Justamente por causa desse período de reprodução, o número de tartarugas que se aproximam da costa é maior. E isso potencializa muito no momento do arrasto ocorrer perto da costa, arrastar a tartaruga e ela vir a morrer perto da rede", explica Regis Fontana Pinto, chefe da divisão técnica do Ibama-SE.

Imagens flagraram mais de dez tartarugas em uma única rede de pesca, que foi abandonada por pescadores dentro do mar e encontrada por biólogos várias horas depois. Presas, elas não conseguem subir até a superfície para respirar e morrem em poucos minutos. "São quatro horas de arrasto que a gente passa debaixo d´água pra bater pra cima de novo, aí não tem como sobreviver", afirma o pescador Antônio dos Santos.

Assista ao vídeo / Rede Globo

Número de tartarugas marinhas encontradas mortas dispara no Nordeste. No litoral da Bahia, Sergipe e Alagoas, foram registradas mais de cem mortes desde o dia 15 de janeiro. Em algumas praias, o número de carcaças aumentou seis vezes em comparação com o ano passado. (Jornal Hoje - 07/02/2014)

"A consequência é que a gente perde um animal em fase adulta, impede que novos filhotes nasçam, então isso é um grande risco para que a gente tenha um decréscimo da população", alerta Aline Castelo Carneiro, bióloga do Projeto Tamar.

Uma tartaruga oliva coloca 120 ovos ovos por ano. A morte de uma unica fêmea significa a perda de uma geração inteira de filhotes.

Pescar em áreas de proteção ambiental é crime e pode dar até três anos de prisão. A multa para o dono do barco varia de R$ 700 a R$ 1 mil.

Com informações do G1

 

Anúncio da APIPA | 09/JANEIRO/2019

Ajude agora! Falta RAÇÃO para GATOS no Abrigo da APIPA

Amigo, nosso abrigo passa por situação de emergência. O estoque de RAÇÃO para GATOS está ZERADO e precisamos alimentar 182 bichanos todos os dias. Ajude-nos agora, pois a fome não espera! Mais informações com Isabel Moura (86) 99951-0201 e Jane Haddad (86) 99924-1818.
Veja post no Facebook

Classificação Geral (0)

0 de 5 estrelas

Postar comentário

Anexos

termos e condições.
  • NENHUM COMENTÁRIO POSTADO
    SEJA O PRIMEIRO!

Últimas No Brasil

Comentários

Gostaria de fazer a doação de uma cachorro. Como faço.
Quarta, 16 Jan 2019, 21:29   
- boa noite
Me mudei recentemente numa casa no Eden, casa do lado tem dois c...
Terça, 15 Jan 2019, 21:09   
ola ,bom dia!
meu nome e Regina Flora ,residente da rua Amalia Fernandes Rodrig...
Quarta, 9 Jan 2019, 8:33   
Senhor Ennio campeão eu quero adotar este dálmata
Terça, 8 Jan 2019, 6:39   
Que tipo devtrataneto
Domingo, 6 Jan 2019, 7:44   
Parceiros Colaboradores
  • Restaurante Tomato
  • Pet House
  • Pet of Dreams
  • Criar Centro Veterinário
  • JC Adestrador
  • Clin Pet Veterinária

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber os informativos da APIPA.
Cadastre-se agora. É gratuito!

Seja um sócio da APIPA

Associando-se à APIPA você vai estar praticando uma importante ação em benefício dos animais desprotegidos.

Seja um voluntário da APIPA

Venha colocar em prática as suas habilidades e o seu talento, em benefício dos animais carentes. Saiba como...