All for Joomla The Word of Web Design

TSE homologa resultado de plebiscito que proibiu charretes em Petrópolis

TSE homologa resultado de plebiscito que decidiu contra a prática exploratória perversa que coloca inocentes animais em regime de escravidão em Petrópolis. Atividade abusiva explora cavalos na tração de charretes para entreter turistas.

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

TSE homologa resultado de plebiscito que decidiu contra a prática exploratória perversa que coloca inocentes animais em regime de escravidão em Petrópolis. Atividade abusiva explora cavalos na tração de charretes para entreter turistas.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) homologou, por maioria, nesta terça-feira (26) o resultado do plebiscito que aprovou a rejeição do uso de tração animal nos passeios turísticos de charretes em Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

Assista ao vídeo / Inter TV

A consulta aos petropolitanos foi feita nas urnas durante as últimas eleições, em outubro de 2018. A maioria dos eleitores, 68,57%, decidiu pelo fim da tração animal.

Após a notificação oficial do TSE com a validação do resultado, a Câmara Municipal vai preparar um Decreto Legislativo com a aprovação do texto em plenário, que obriga o governo municipal a cumprir a determinação proveniente do plebiscito.

A comissão especial instaurada para acompanhar o processo deverá acompanhar todos os trabalhos. O grupo ainda vai definir quais ações serão articuladas com os charreteiros para a substituição das charretes.

A consulta plebiscitária foi realizada no dia 7 de outubro do ano passado, concomitantemente ao primeiro turno das eleições gerais 2018. Do total de eleitores aptos a votar, 75,85% compareceram à votação.

Antiga polêmica

As charretes, também chamadas de vitórias, sempre foram alvo de polêmica em Petrópolis, o que levou o vereador Meireles (PP) a pedir o plebiscito. Para o vereador, esta era uma maneira de decidir a questão de forma democrática.

O grupo contrário à permanência deste tipo de exploração animal, para entreter turistas, afirmava que os animais explorados sempre foram maltratados, sendo submetidos a trabalhos forçados e em condições inadequadas, ficando expostos ao tempo e sujeitos a situações como a que aconteceu durante um temporal de granizo, que fez com que os animais saíssem correndo em meio aos carros no Centro da cidade.

Já os que eram a favor de tal atividade abusiva (exploradores de inocentes), diziam que se trata de uma importante ferramenta turística, além de ser uma característica cultural da cidade - escravidão humana também já foi uma característica cultural desta cidade.

Em setembro do ano passado, o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC) chegou a abrir um processo para decidir se reconheceria as "vitórias" como bem cultural e imaterial. Mas, durante uma reunião no Rio com protetores de animais, charreteiros e vereadores da cidade, o Órgão decidiu aguardar o resultado do plebiscito.

Com informações do Inter TV

Classificação Geral (0)

0 de 5 estrelas

Postar comentário

Anexos

termos e condições.
  • NENHUM COMENTÁRIO POSTADO
    SEJA O PRIMEIRO!

Últimas No Brasil

Comentários

ANA
Por favor nescessito de ajuda ,mudou um ser na minha rua ,ela sai e deixa o cach...
Quinta, 21 Mar 2019, 23:54   
Oi queria saber se vcs resgata animais que estão sendo maltratados,minha visinha...
Quinta, 21 Mar 2019, 14:56   
Bom dia, você é de qual cidade? Tenho interesse!
Quinta, 21 Mar 2019, 10:31   
Me ajudem por favor.
Quinta, 21 Mar 2019, 0:30   
Olá Boa noite! Eu tenho um cãozinho e ele ta fomitando demais... Queria a ajuda ...
Quinta, 21 Mar 2019, 0:29   
Parceiros Colaboradores
  • Restaurante Tomato
  • Pet House
  • Pet of Dreams
  • Criar Centro Veterinário
  • JC Adestrador
  • Clin Pet Veterinária

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber os informativos da APIPA.
Cadastre-se agora. É gratuito!

Seja um sócio da APIPA

Associando-se à APIPA você vai estar praticando uma importante ação em benefício dos animais desprotegidos.

Seja um voluntário da APIPA

Venha colocar em prática as suas habilidades e o seu talento, em benefício dos animais carentes. Saiba como...