All for Joomla The Word of Web Design

Animais em situação lastimável são resgatados de aldeia indígena em SP

Voluntários do Projeto Animais das Aldeias resgatam mais de 150 animais em aldeia do litoral paulista. Foram encontrados casos graves de tumor venéreo transmissível, cinomose, bicheira e desnutrição.

3.5 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 3.50 (1 Voto)

Voluntários do Projeto Animais das Aldeias resgatam mais de 150 animais em aldeia do litoral paulista. Foram encontrados casos graves de tumor venéreo transmissível, cinomose, bicheira e desnutrição.

Um grupo de voluntários do litoral Sul de São Paulo resgatou e promoveu cuidados em mais de 150 animais na aldeia indígena Rio Silveiras, em Bertioga, costa Norte de São Sebastião. O projeto Animais das Aldeias já realizou atendimentos a cães e gatos doentes e subnutridos e levou vermifugação, castração e vacinação aos animais sadios.

Segundo a equipe, foram encontrados na aldeia casos de tumor venéreo transmissível, que precisaram de tratamento quimioterápico urgente, assim como castração para os outros animais para que a doença não se alastre. Houve ainda três casos de cinomose, que estão em tratamento, e muitos quadros de subnutrição e bicheira.

O grupo de voluntários é formado por protetores dos animais e veterinários, apoiados apenas pela iniciativa privada. As vacinas e remédios foram comprados com recursos levantados em vaquinhas e rifas e as castrações foram feitas em clínicas parceiras que cobraram preços simbólicos.

A idealizadora da ação, Larissa Reis, de 30 anos, que também é fotógrafa, conta que tudo começou após visitas pessoais em aldeias do litoral paulista, onde a situação dos animais chamou a atenção. “Meu marido é músico e gravou algumas músicas com indígenas em Itanhaém. Em 2015 começamos com as crianças, procuramos padrinhos e montamos sacolinhas de Natal personalizadas para cada uma delas. Ao mesmo tempo, eu sempre resgatei animais desde criança e vendo os animais na aldeia magros e comendo restos de comida, pensei que precisavam de ração e castração”.

O trabalho começou em São Vicente em 2016, tanto com as crianças quanto com os animais e, no final de 2018, chegou ao litoral Norte. “Houve um pedido de ajuda para esta aldeia em Boracéia, resolvemos vir e nos deparamos com uma situação caótica. As aldeias de Itanhaém e São Vicente, são bem distantes da cidade, mas em Boracéia é muito próxima da Rodovia Rio-Santos e os moradores de bairros próximos abandonam animais no local porque sabem que os indígenas pegam. As pessoas chegam com caixas de filhotes e entregam na mão das crianças. A cultura dos índios em relação aos animais é diferente da nossa. Eles não os adotam, cuidam como sendo de todos e de forma precária, dando a eles restos de comida, arroz, muitas vezes até estragado”.

“Infelizmente para cuidar dos seus animais eles precisam de recursos financeiros, o que é totalmente escasso. Eles vivem da venda de artesanato e arcar com despesas de alimentação já é muitas vezes inviável, quem dirá tratamento veterinário”.

O trabalho está sendo feito por núcleos, onde os animais são vacinados, vermifugados e castrados e a população orientada em como cuidar dos bichos. Os filhotes, quando em concordância com a população, são doados depois de cuidados.

O caso da cachorra Kaila

O caso mais triste, segundo a protetora, foi da cadela Kaila, encontrada em estado de caquexia (magra demais), com tremores e com parte dos ossos da pata traseira à mostra.
Ao conversar com o seu tutor, ele contou que uma aranha havia picado o animal e a ferida ficou aberta, ocorrendo o aparecimento de bicheira (larvas da mosca). Ela sentia muitas dores e ficava escondida no mato o que dificultou receber os cuidados necessários e o estado dela foi se agravando, ainda mais por estar prenhe. Com isso, seus filhotes nasceram fracos, seu leite secou e apenas um sobreviveu, mas está com anemia, hipoglicemia e desidratação. Ambos estão internados para tratamento e posteriormente serão colocados para adoção.

Alguns animais já recuperados, entre cães e gatos, já podem ser adotados.

Ajude o Projeto Animais das Aldeias. (Fotos: Larissa Reis)

Como contribuir

A preocupação de Larissa é que são muitos animais ainda a cuidar e as vacinas e remédios são muito caros. Por isso foi criada uma vaquinha online que aceita doações a partir de R$ 5. O Projeto também possui uma fanpage no Facebook por meio da qual os interessados também podem ajudar (links abaixo).

SOS Animais Aldeia Rio Silveiras - Vakinha

Animais das Aldeias - Facebook

ADOTE UM ANIMAL CARENTE!

Para adotar um amiguinho em Teresina, PI, conheça o abrigo de animais carentes da APIPA.

CNPJ: 10.216.609/0001-56 | APIPA® - ASSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE PROTEÇÃO E AMOR AOS ANIMAIS
Rua Trinta e Oito, 1041 - Loteamento Vila Uruguai - Bairro Uruguai (próximo à UNINOVAFAPI)
Teresina, PI - CEP 64073-167 - (86) 98846-8020 - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. - MAPA
Horário de visitação: das 14 às 16 horas, todos os dias, inclusive feriados.

Com informações do Nova Imprensa

Classificação Geral (0)

0 de 5 estrelas

Postar comentário

Anexos

termos e condições.
  • NENHUM COMENTÁRIO POSTADO
    SEJA O PRIMEIRO!

Últimas No Brasil

Comentários

Resgatem esse cão gente . eu não aguento ver isso . ajudem a esse cão gente .
Quarta, 17 Abr 2019, 16:15   
Preciso de socorro para um cachorro que colocaram na calçada de minha casa muito...
Quarta, 17 Abr 2019, 15:59   
Estou. A. Procura. De. Um. Salsicha. Cofap. Parará. Criar. Amo. Animais. Mim. Aj...
Segunda, 15 Abr 2019, 11:44   
Antonio Wagner, no abrigo da APIPA tem filhotes de médio porte que esperam por a...
Segunda, 15 Abr 2019, 10:02   
Gostaria de saber se te filhote de cachorro pequeno ou medio porte., para aparta...
Segunda, 15 Abr 2019, 0:07   
Parceiros Colaboradores
  • Restaurante Tomato
  • Pet House
  • Pet of Dreams
  • Criar Centro Veterinário
  • JC Adestrador
  • Clin Pet Veterinária

Newsletter

Assine a nossa Newsletter para receber os informativos da APIPA.
Cadastre-se agora. É gratuito!

Seja um sócio da APIPA

Associando-se à APIPA você vai estar praticando uma importante ação em benefício dos animais desprotegidos.

Seja um voluntário da APIPA

Venha colocar em prática as suas habilidades e o seu talento, em benefício dos animais carentes. Saiba como...